terça-feira, abril 29, 2008

Olá amigos!

Olá amigos!
Espero que se encontrem todos bem, com alegria divina e paz reconfortante.
Queria partilhar convosco duas coisas, embora «coisas» não seja o termo mais correcto mas não encontro outra palavra... Em primeiro lugar, uma frase da Epístola de São Pedro (Pd5,5-14) que faz parte das leituras de hoje, diz-nos assim uma parte: «Humilhai-vos sob a poderosa mão de Deus, para que Ele vos exalte em tempo oportuno.»; São palavras um pouco fortes mas mesmo assim muito bonitas que nos convidam a abandonarmo-nos nas mãos de Deus e deixar que Ele defina o tempo oportuno, principalmente neste tempo em que gostamos que tudo aconteça de acordo com o que´está previsto na nossa agenda. «O Deus de toda a graça que vos chamou para a sua eterna glória em Cristo depois de terdes sofrido um pouco vos restabelecerá, vos aperfeiçoará, vos fortificará e vos tornará inabaláveis.» Até parecem palavras de um filme de acção ou daqueles desenhos animados que as crianças gostam de ver porque elas se sentem fortes e acompanhadas... São para mim palavras de esperança...

Em segundo lugar algo que já devia ter feito mas que só agora o tempo me permitiu fazer... Como sabem à cerca de duas ou três semanas foi o Dia Diocesano da juventude Lisboeta (mas nós, como bons cristãos não nos ficámos pela nossa terra e assim lá se encontravam também jovens da diocese de leiria, de santarém, não sei como mas...!) e o D.José Policarpo, o Patriarca, juntou-se aos jovens e proferiu algumas palavras... Longe de querer transcrever tudo o que ele disse vou apresentar algumas palavras chave que ele proferiu com alguns comentários da parte dele.... Falou sobre o testemunho e sobre o Espírito Santo... Eis o texto (se depois quiserem acrescentar ou corrigir não hesitem!)

«A Igreja não se faz com biscates...»
CONFIANÇA: Quem ouve um testemunho acredita na verdade das palavras proferidas apenas se quem ouve tem confiança naquele que fala....
VERDADE: O que comunica a verdade da fé é a autenticidade do testemunho...
RAZÃO: Não consigo provar por A+B porque tomei esta opção de vida, de ser testemunha...
EXPERIÊNCIA: O testemunho é baseado é algo que eu vivi...
PESSOAL:O testemunho é algo pessoal, comunicado de coração a coração, não se trata de propaganda...
COERÊNCIA: Da nossa vida com a vida de Jesus...
SILÊNCIO: A força do testemunho é uma força silenciosa...
DISPONIBILIDADE: A Igreja não se faz por biscates...Somos apenas uma malta porreira?
VOCAÇÃO:Sentir-se apaixonado, «tocado», atraído por Cristo...
RECEBER: A força que nos faz andar é também o testemunho dos outros...
ESPÍRITO SANTO: A força de se sentir amado por Deus... O Senhor que volta a dar a vida por mim...
EVANGELHO: Testemunho de uma comunidade...
TEMPO: O testemunho não é algo com hora marcada, trata-se da vida...
MEDO: Não tenhas medo...sou EU...
PACIÊNCIA: O amor espera a ocasião («Uma coisa que me mete muita confusão é a paciência de Deus»)
IGREJA: É o fruto da ousadia de quem acredita. Não é inevitável mas é insubstituível....
EUCARISTIA: A plenitude, a alegria, o perdão de Deus...

EXPERIMENTEM...O ESPÍRITO SANTO É O MESMO...

Se quiserem acrescentar, corrigir, lacerar... estão à vontade...
Este texto sem dúvida é para ser lido, acrescentado e corrigido por todos aqueles que entregam diariamente a sua vida e também de forma muito especial para as Missionárias Combonianas que celebram hoje a sua festa na casa do Porto.
Com a certeza de que todos estamos juntos, caminhamos juntos e fazemos caminho juntos....
Um óptimo dia para todos e todas****

Beijos***

Da Joana

1 comentário:

Liliana disse...

Obrigado Joana, por nos dares esse testemunho!
Também à algum tempo foi o encontro diocesano de Juventude de Braga. Onde uma das principais ideias que foi transmitida é que nós jovens temos de ser testemunhas.