domingo, dezembro 24, 2006

Recomeçar

É Natal



Olá a todos, estava eu a tentar arranjar algo bonito para postar por aqui hoje e não encontrava nada, mas para variar nós humanos na nossa cegueira não vemos o que devemos e a resposta estava mesmo ali à minha frente.

Procurava eu pela net coisas de Natal do menino Jesus, mas do que via, nada me satisfazia portanto desisti de procurar e desisti da ideia.

Não é por ironia que imediatamente a seguir sou levado àquilo que me iria dar a inspiração e a reflexão para este post.

A reflexão e ideia para vir até aqui escrever algo partiram dos meus Cravinhos-da-china, é verdade, ali estavam eles à janela quando lá fui eu tratar deles. À já algum tempo mudei-lhes um pouco a casa, acrescentando terra e umas pedricas, na vida não há só terra boa não é verdade?
Mas mudar custa e às vezes coisas ficam para traz neste caso uma plantinha já grandota partiu-se...Fiquei triste mas deixei-a ficar, fiz um pequeno buraco na terra e nele coloquei o pequeno cale partido com esperança que este ficasse vivo e criasse raiz. Então lá ia eu todos os dias regar o vaso para manter a terra húmida e fazer então com que aquele pequeno cale sobrevivesse enquanto as outras plantas cresciam, algumas tortas e qual a forma de as por direitas, que tipo de apoio podia eu dar a elas para cresceram direitas? O apoio já estava na terra mas não no sítio certo, as pedras que tinha colocado a representar os meus erros serviam agora de apoio para o que é bom poder crescer bem e eu vi aqui a reconciliação, a correcção, o abrir o coração para perdoar, pegar nos nossos erros e corrigi-los.
Não me podia sentir melhor ao ver que a vida num pequeno vaso podia servir de exemplo para mim próprio.

Todos os dias lá ia eu então regando o vaso, ajeitando as pedras. Mas com o regar alguma terra se move de tal ponto que desenterra as plantas, coincidência ou não esse desenterrar aconteceu mesmo antes de eu vir para aqui escrever e que planta foi desenterrada?
A que não tinha raiz meus caros, sim a que não "TINHA" pois agora já tem e fez-me lembrar do renascer e é isso que o Natal nos quer dizer ou pelo menos uma das coisas o Nascer do menino Jesus celebrado todos os anos já não é visto como um Nascer mas sim como um Renascer, um renovar de vida que foi o que também aconteceu naquele pequeno vaso esta Natal um renascer.

Assim como no Evangelho de hoje o filho de Isabel estremeceu ao ouvir Maria ("Jesus") em casa de Zacarias também eu ao receber este anuncio de renascimento nos nossos corações. Avé Cheia de Graça, Felizes aqueles que acreditam...

Que renasça em nossos corações este Natal O Deus menino filho da Imaculada Virgem, que Ele aqueça os nossos corações com paz e alegria!

UM SANTO NATAL A TODOS E ATÉ AO REIVELLON XL.

2 comentários:

Jacinta disse...

"Não me podia sentir melhor ao ver que a vida num pequeno vaso podia servir de exemplo para mim próprio."

É nas coisas mais simples que a nossa vida está desenhada...
Gostei muito da tua reflecção :)
Beijinhos

Rute Cerqueira disse...

"Nada acontece por acaso"

Fogo Nuno só mesmo tu pa fazeres esta linda reflecção! Sabes, a mim aconteceu-me exactamente o mesmo com a planta mas quando replantei a minha terra nao foi capaz de dar vida a minha planta...talvez pk n fui capaz de olhar para aquele vaso como se fosse a minha vida. Mas agora que olho com olhos de ver é que realmente vejo k aquela terra sou exactamente eu!

Nuno obrigado por este abre-olhos! Até me emocionei a ler! (o k n e' dificl, mas vcs sabem bem k so' me emociono com o k me toca mesmo la' no fundo, so' k (felizmente)toca muita coisa:D)