terça-feira, abril 17, 2007

A lógica de Einstein

Conta certa lenda, que estavam duas crianças patinando em cima de um lago congelado. Era uma tarde nublada e fria, as crianças brincavam despreocupadas. De repente, o gelo cedeu e uma delas caiu à água. A outra, vendo que o seu amiguinho se afogava debaixo do gelo, tirou um dos patins e começou a quebrar o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim libertar o seu amigo. Quando os bombeiros chegaram e viram o que tinha acontecido, perguntaram ao menino:
- Como é que conseguiste fazer isso? É impossível que tenhas conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
Nesse instante, um ancião que passava pelo local, comentou:
- eu sei como ele consegui.
Todos perguntaram:
-pode dizer-nos como?
- é simples – respondeu o velho. Não havia ninguém à sua volta para lhe dizer que não seria capaz.


Albert Einstein

4 comentários:

Maria João disse...

Isto, sim, é que é lógica.

É caso para perguntar: quantas vezes deixamos que os outros nos impeçam de ir em frente e quantas vezes contribuímos para que os outros não vão em frente?

Sergio Gonçalves disse...

Ola Jacinta.
A tua história faz-me lembrar quantas vezes da-mos tanta importância a certas opiniões, principalmente dos nossos amigos e que, em vez de serem construtivas, somente nos desencorajam, principalmente quando falamos de Deus.Temos que ser fortes e conseguir remar contra a maré.
beijinhos

Anónimo disse...

Outras vezes precisamos tanto de ouvir os amigos e reflectir sobre o que nos dizem!

Tantas vezes não entendemos, por exemplo, uma proibição, uma chamada de atenção e até nos parece mal e ficamos chateados... quando só nos querem bem!

Acho que temos que ser barro... nas mãos do oleiro!

Beijos,
Mada.

Nota.: Mas a lógica é essa; como diz o provérbio, não lhe dês o peixe, ensina-o a pescar.

karina disse...

Bem.. utilizei esta historia na minha exposição oral.. Não a preparei.. deixei apenas que tudo saisse de dentro na hora.. Sei que cativei a atenção de todos.. pois olhava para cada rosto da minha turma e todos me devolviam o olhar.. entusiasmados, concentrados..

Penso que correu muito bem.. Foi uma grande sorte ter o habito de passar aqui e ler o que escrevem.. se não fosse isso a esta hora ainda não tinha nada para apresentar e lá se ia a nota! =)*

Um grande beijo*