sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Apresentação do Senhor


Quarenta dias após o nascimento de Jesus, em obediência à lei de Moisés (Ex. 13, 11-13), Maria leva o Menino ao templo, a fim de ser oferecido ao Senhor. Toda a oferta implica uma renúncia. Por isso, a Apresentação do Senhor não é um mistério gozoso, mas doloroso. Começa, nesse dia, o mistério de sofrimento, que atingirá o seu ponto culminante no Calvário, quando Jesus, que não foi «poupado» pelo Pai, oferecer o Seu Sangue como sinal da nova e definitiva Aliança. Ao oferecer Jesus, Maria oferece-Se também com Ele. Durante toda a vida de Jesus, estará sempre ao lado do Filho, dando a Sua colaboração para a obra da Redenção.

1 comentário:

Associação disse...

Como é bonito o nosso Deus! Como é bonita a Sua vida. Como são bonitos os Seus mistérios!

Possamos nós apreender e caminhar sempre para Ele.

Realmente às vezes ser generoso é doloroso! Mas não é isso exactamente Amar?!

Beijinhos,
Madalena - Sul.