quarta-feira, janeiro 10, 2007

Criados para ser um dom!



Olá malta!
Este Natal uma das prendas que eu recebi foi um livro que tem como titulo: "Criados para ser um dom" de Francesco Chântel, quando comecei a ler fiquei "bué" interessada, pois todo o livro fala de "crescer em harmonia consigo mesmo e com os outros", para além de ter uma linguagem muito simples. Embora ainda não o tenha lido todo, é um livro que aconselho a todos, mesmo aos que não gostam de ler, pois com ele podem aprender muito.

Hoje vou falar-vos do tema:


SER COM - SER PARA OS OUTROS
« Aqui está outra modalidade de vida: a de estar não apenas entre as pessoas, mas com as pessoas. é a escolha de quem vai para além do seu pequeno mundo, em direcção aos outros, procurando conhecê-los, encontrá-los, ajudar-se reciprocamente. é um passo importante que realiza uma exigência profunda, que se encontra em cada pessoa.
Existem também pessoas que, para além de se empenharem a viver com os outros, decidem viver para os outros.Olhando para as suas vidas descobrimos uma novidade importante: o que vem em evidência não é tanto o sacrifício,mas sim a alegria de dar.
Mas fazem-no numa perspectiva diferente: nao como uma pessoa que perde algo para dar espaço a outra que vive com ela, mas como quem tem como razão de vida o ser para o outro e experimenta que o seu dom não é perdido, mas partilhado.
Em diálogo:
(...)É necessário perceber com maior profundidade o que significa doar-se, (...)se quero doar-me a mim mesmo, devo esquecer-me de mim, e amar quem está ao meu lado.
No exacto momento em que não penso em mim para doar-me ao outro, reencontro-me realizando, porque sou amor. é isto que me dá alegria. se pelo contrário, a minha alegria depende das coisas, das respostas dos outros, estarei sempre condicionado e não será fácil realizar-me verdadeiramente.
Por isso é necessário amar sem esperar nada. »
Isto foi só um mini-capítulo do que o autor escreveu e foram as partes que mais gostei, eu acho que o livro é lindo, o que acham?

1 comentário:

Madalena disse...

PArece-me muito bem!:)

Mil beijinhos,
Mada.